SINDICATO DOS TRABALHADORES DO JUDICIÁRIO FEDERAL E MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO - FUNDADO EM 28 DE NOVEMBRO DE 1998 - FILIADO À FENAJUFE

VIOLÊNCIA

No dia 24, Sintrajufe/RS promove a live “Violências contra as mulheres: Não se cale! Denuncie!”

Ler conteúdo

Na próxima quarta-feira, 24, às 18h30min, o Sintrajufe/RS promove a live “Violências contra as mulheres: Não se cale! Denuncie!”. Participam como debatedoras a advogada Luana Pereira da Costa, a multiartista Deborah Finocchiaro e a psicóloga e comissária de polícia Suzana Braun. A live será transmitida no canal do Sintrajufe/RS no Youtube e na página no Facebook.

Perguntas podem ser enviadas às debatedoras no chat do Youtube ou nos comentários do Facebook. Quem preferir manter sigilo quanto à identidade pode fazer contato por WhatsApp, pelo número (51) 980113664.

A live integra o calendário do Mês de Luta das Mulheres da 2ª Jornada Feminista Plurissindical, que, neste ano, é organizada por Sintrajufe/RS, Sindipetro/RS, Sindiágua/RS, Semapi/RS e Sindbancários/POA.

1 agressão a cada 2 minutos

De acordo com a plataforma Violência contra as Mulheres, 1 mulher registra denúncia de agressão sob a Lei Maria da Penha a cada 2 minutos; 76% das mulheres no Brasil já sofreram algum tipo de violência e assédio no trabalho; 1 mulher é vítima de estupro a cada 9 minutos, 3 mulheres são vítimas de feminicídio por dia.

Os canais Disque 100 e Ligue 180 registraram 105.671 denúncias de violência contra a mulher em 2020. O número representa um registro a cada cinco minutos. Segundo dados do governo federal, 72% dessas denúncias foram de violência doméstica e familiar. Os outros 22% foram registros de violação de direitos civis e políticos, como tráfico de pessoas, cárcere privado e condição análoga à escravidão. O Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos alega que, por mudança de metodologia, não é possível comparar esses dados com os de anos anteriores.

Com apoio do Sintrajufe/RS, série Confessionário tratou de violência doméstica e de gênero

Em 2020, foi lançada a websérie “Confessionário – Relatos de Casa”, com apoio do Sintrajufe/RS na primeira temporada, com nove episódios. O trabalho de ficção foi baseado em fatos reais, a partir de mulheres de todo o mundo que sofreram violência doméstica e de gênero. O projeto foi concebido pela atriz e diretora de teatro Deborah Finocchiaro e pelo diretor de cinema Luiz Alberto Cassol. Cada episódio tem 15 minutos e apresenta uma personagem relatando a sua história.

Sobre as debatedoras

Luana Pereira da Costa é advogada e mestre em Sociologia, membro da Comissão Especial da Igualdade Racial da OAB/RS, sócia e conselheira do Conselho Diretor da ONG Themis, sócia do Woman in Law Mentoring, mentora do 4º Ciclo e integrante do GT Diversidade Racial.

Deborah Finocchiaro é multiartista, bacharel em interpretação teatral, diretora, locutora, produtora, apresentadora, roteirista e ministrante. Fundadora da Companhia de Solos & Bem Acompanhados, durante a pandemia do coronavírus realizou diversas atividades artísticas em plataformas digitais.

Suzana Braun é psicóloga e comissária de polícia, plantonista da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher da Polícia Civil do RS.