SINDICATO DOS TRABALHADORES DO JUDICIÁRIO FEDERAL E MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO - FUNDADO EM 28 DE NOVEMBRO DE 1998 - FILIADO À FENAJUFE

MOBILIZAÇÃO

No dia 3 de julho, movimentos antecipam calendário e voltam às ruas pelo Fora Bolsonaro; luta contra a reforma administrativa também está na pauta

Ler conteúdo

A crise social, econômica e sanitária só cresce e a crise política também. As denúncias de favorecimento a empresas e sobrepreço na compra de vacinas foi respondida pelo governo Bolsonaro com a investigação do denunciante, um servidor público concursado, e não dos denunciados. É impossível prever onde isso tudo vai dar; contudo, o certo é que este governo precisa acabar antes que a crise se aprofunde ainda mais, o sofrimento do povo brasileiro se prolongue e as ameaças autoritárias se concretizem. A troca de acusações entre governistas respingou inclusive no líder do governo na Câmara, deputado Ricardo Barros (PP-PR), podendo ter efeitos no andamento da PEC 32, da reforma administrativa.

Por este motivo, entidades do movimento social, sindicatos, centrais e partidos anteciparam o novo dia nacional de luta pelo Fora, Bolsonaro, previsto inicialmente para o dia 24 de julho, para o dia 3, nesse próximo sábado. O Sintrajufe/RS novamente chama a categoria a participar das mobilizações em Porto Alegre e no interior do estado, onde houver atividades. Na capital gaúcha, o ato será às 15h, em frente à prefeitura.

No dia 30 de junho, essas mesmas entidades irão protocolar um “superpedido” de impeachment em Brasília.

PEC 32, vacinas, auxílio e empregos

Além do Fora Bolsonaro, estarão em pauta, mais uma vez, a defesa de vacina urgente para todos e todas, de auxílio emergencial de R$ 600, a urgência na criação de empregos e a luta contra a reforma administrativa (PEC 32/2020) proposta por Bolsonaro e Paulo Guedes.

As mobilizações de rua contra o governo vêm em uma onda crescente. No dia 29 de maio, centenas de milhares de pessoas já haviam tomado as ruas em todo o país. Em 19 de junho, os protestos foram repetidos, ainda maiores. Em cerca de 400 cidades, trabalhadores e trabalhadoras defenderam o fim do governo e a garantia de direitos.

No dia 3 de julho, o Sintrajufe/RS convoca novamente todos e todas a voltarem às ruas, com todos os cuidados sanitários, com máscara e álcool gel, para ampliar a pressão, somente assim é possível acabar com todo o governo e sua política, o quanto antes.

Participe!