SINDICATO DOS TRABALHADORES DO JUDICIÁRIO FEDERAL E MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO - FUNDADO EM 28 DE NOVEMBRO DE 1998 - FILIADO À FENAJUFE

REIVINDICAÇÕES

Nesta segunda, 5, Sintrajufe/RS e outras entidades lançam, no RS, Plataforma Política das Trabalhadoras e dos Trabalhadores do Sistema de Justiça Brasileiro

No dia 5 de setembro, será lançada no Rio Grande do Sul a Plataforma Política das Trabalhadoras e dos Trabalhadores do Sistema de Justiça Brasileiro, que traz orientações políticas em face das eleições gerais de 2022. O lançamento será promovido pelo Sintrajufe/RS, o Simpe/RS e o Sindjus/RS. A atividade acontece no Salão Multicultural Alê Junqueira, na sede do Sintrajufe/RS, que fica na rua Marcílio Dias, 660, no bairro Menino Deus. O início será às 19h30min.

Candidatos e candidatas nas eleições de outubro estão sendo convidados e convidadas, devendo confirmar presença pelo e-mail contato@sindjus.com.br.

A Plataforma Política foi produzida pela Fenajufe, pela Federação Nacional dos Trabalhadores do Judiciário nos Estados (Fenajud) e pela Federação Nacional dos Trabalhadores dos Ministérios Públicos Estaduais (Fenamp). Para as três federações, as eleições deste ano demonstram claramente a necessidade da junção das forças políticas necessárias em prol de um programa político voltado à defesa e ampliação dos direitos sociais, à defesa da soberania nacional e das nossas riquezas, à implementação de uma política econômica que promova crescimento com distribuição de renda e valorização do trabalho, respeito ao meio ambiente e a defesa da democracia.

O documento traz pautas relevantes para todos os servidores e servidoras dos diferentes órgãos do Sistema de Justiça. Entre os itens, pontos que tratam de “Democracia e soberania popular”, “Democratizar o Estado, o Judiciário e o Ministério Público”, “Defesa dos serviços e empresas públicas e valorização da(o)s servidora(e)s”, “Desenvolvimento econômico sustentável com valorização do trabalho”, “Defesa das instituições e leis de proteção trabalhista e sindicais”, e “Direitos humanos e combate às discriminações”. A Plataforma Política destaca a necessidade de revogar a emenda constitucional 95, do teto de gastos, e arquivar a PEC 32/2020, da reforma administrativa.

O material está disponível para download e pode ser baixado aqui.