SINDICATO DOS TRABALHADORES DO JUDICIÁRIO FEDERAL E MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO - FUNDADO EM 28 DE NOVEMBRO DE 1998 - FILIADO À FENAJUFE E CUT

ANTECIPA, STF!

Sintrajufe/RS participa ato em Brasí­lia pela antecipação da parcela salarial; em reunião com Fenajufe, DG do STF não informa se valores foram incluí­dos no orçamento aprovado pelo CNJ

Nesta quarta-feira, 9, o Sintrajufe/RS está em Brasí­lia, em caravana, na mobilização convocada pela Fenajufe pela antecipação da última parcela da reposição salarial, de 2025 para 2024. Depois de ato público em frente ao STF, que contou com a presença de representantes de sindicatos de base, a federação foi recebida pelo diretor-geral do Supremo Tribunal Federal (STF), Miguel Ricardo de Oliveira Piazzi. Apesar de o orçamento ter sido aprovado na noite dessa terça-feira, 8, pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), o DG não adiantou informações sobre a inclusão ou não da antecipação na proposta que será enviada para o Executivo.

O CNJ não divulgou a í­ntegra do orçamento aprovado. As informações, até a publicação desta matéria, só tratavam do STF, e não dos valores referentes aos demais órgãos do Judiciário. Na reunião com a Fenajufe, Piazzi disse que irá se reunir com a presidente do STF, ministra Rosa Weber, para avaliar a viabilidade da antecipação da última parcela da reposição salarial e dará retorno aos servidores e às servidoras. Em audiência com a federação na terça-feira, 8, a ministra havia dito que trataria do assunto com o DG, o que ainda não havia ocorrido até o final desta tarde.


O Sintrajufe/RS continua em Brasí­lia, haverá atividade no Congresso Nacional, nesta quinta-feira, 10, pela manhã. Uma nova mobilização será realizada no STF, às 15h, com participação dos sindicatos de base. A caravana do sindicato é composta pela diretora Denise Elias, pelos diretores Fabrí­cio Loguércio e Marcelo Carlini, pelas colegas Carolina Passos dos Santos Zeliotto (JF Porto Alegre) e  Fabiana Pandolfo Cherubini (JT Canoas) e  pelo colega Paulo Jesus de Andrade e Silva (JT Rio Grande).

No Rio Grande do Sul, a terça-feira, 8, foi de mobilização no Judiciário Federal, em Porto Alegre e cidades do interior. Na capital, cerca de cem servidores e servidoras realizaram ato em frente ao prédio da Justiça Federal; também houve manifestações em Cachoeira do Sul, Novo Hamburgo, Passo Fundo, Santa Maria e São Leopoldo.