SINDICATO DOS TRABALHADORES DO JUDICIÁRIO FEDERAL E MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO - FUNDADO EM 28 DE NOVEMBRO DE 1998 - FILIADO À FENAJUFE

URGENTE

Banco Central apresenta minuta de Medida Provisória com 22% de reajuste para seus servidores; mobilização precisa aumentar para arrancar mais de 5%

Ler conteúdo

O Banco Central (BC) informou na tarde desta quinta-feira, 12, que enviou ao Ministério da Economia uma minuta de Medida Provisória (MP) por meio da qual concede 22% de aumento para os servidores do BC. Em Brasília para uma mobilização unificada da campanha salarial, servidores e servidoras de todo o país reforçam que o momento é de reforçar a luta para garantir reposição para todos e todas.

Ainda não há informações detalhadas sobre a minuta, mas a reposição dos servidores do BC deve ser implementada a partir de junho. A categoria tem realizado manifestações desde o final do ano passado. Conforme a CNN, o documento inclui ainda alguns itens de reestruturação da carreira.

Mobilização para arrancar mais de 5%

O Sintrajufe/RS está em Brasília participando da mobilização unificada que ocorre nesta quinta. Ao repassar a informação para os presentes no ato que está sendo realizado por diversas categorias, o diretor do sindicato Marcelo Carlini convocou: “Se tem 22% para eles, tem para nós também. Temos que fazer crescer a mobilização e arrancar o que estamos pedindo”. A reivindicação da campanha unificada é de 19,99% de reposição emergencial, referente às perdas acumuladas apenas durante o governo Bolsonaro.

Conforme Carlini, o Judiciário já apresentou números relativos aos cálculos para uma possível reposição, e ficou demonstrada a confirmação de que há, sim, recursos disponíveis para isso. Há, inclusive, dinheiro para mais do que os 5% nos quais o governo vem falando pela imprensa. Além disso, destaca o dirigente, “5% é pouco, não paga nem metade da inflação acumulada nos últimos 12 meses”. Por isso, reforça, “o Sintrajufe/RS, junto com os outros servidores, vai continuar a luta pela reposição salarial emergencial de 19,99%, e vamos seguir até o fim. Não vamos aceitar mais arrocho salarial e vamos lutar pela recomposição dos nossos salários”. Veja abaixo a fala completa do diretor:


Também diretor do sindicato e presente em Brasília, Fabrício Loguércio sublinha que as categorias estão “lutando por uma reposição que é um direito de todos os trabalhadores e trabalhadoras”. Ele lembra que a inflação acumulada no último período é ainda maior do que os 19,99%, mas que esse índice é reivindicado como emergencial. “Continuamos na luta junto com outros colegas de todo o Brasil por essa reposição”, completa. Veja abaixo o vídeo com o depoimento do dirigente:


A diretora Luciana Krumenauer, que também está na capital federal, explica que, embora os 19,99% não recomponham completamente as perdas acumuladas, “vão nos ajudar a continuar essa briga de uma forma mais justa”. Ela destaca ainda que, em assembleia geral realizada nessa quarta foi decidido que serão realizadas assembleias de base no interior do estado “para continuar a mobilização junto com todo o Judiciário e MPU”. Veja abaixo a declaração completa da diretora:


O colega aposentado da Justiça do Trabalho Valdir Laini também está em Brasília como integrante da delegação do Sintrajufe/RS, participando das mobilizações.

O congelamento salarial imposto ao funcionalismo tem sido respondido com muita luta desde janeiro. Os servidores federais reivindicam 19,99%, o que reporia apenas as perdas relativas ao período do atual governo. O governo, porém, fala – apenas pela imprensa, sem proposta oficial – em 5% de reajuste linear. De modo unificado, as categorias vêm realizando atividades de mobilização, na capital federal e nos estados, muitas vezes integradas às campanhas salariais de servidores e servidoras estaduais e municipais. No Judiciário Federal, a Fenajufe reuniu-se, no dia 27 de abril, com o diretor-geral do Supremo Tribunal Federal (STF), Edmundo Veras dos Santos Filho. A informação repassada pelo diretor-geral é de que há duas possibilidades para a reposição salarial buscada pela categoria: vinculá-la a um possível reajuste dos servidores do Executivo e/ou enviar um projeto de lei específico do Judiciário para o ano que vem. O Sintrajufe/RS seguirá lutando pelos dois projetos de forma a repor ao máximo possível as perdas acumuladas.