SINDICATO DOS TRABALHADORES DO JUDICIÁRIO FEDERAL E MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO - FUNDADO EM 28 DE NOVEMBRO DE 1998 - FILIADO À FENAJUFE

OFICIAIS DE JUSTIÇA

Reajuste da indenização de transporte entra na pauta do CJF desta semana; Sintrajufe/RS está em Brasília com caravana da categoria

Ler conteúdo

O Conselho da Justiça Federal (CJF) incluiu na pauta do plenário virtual desta semana o pedido de providência 0000486-69.2019.4.90.8000, em que a Fenajufe, a Fenassojaf e outras entidades requerem reajuste do valor da indenização de transporte, já há mais de dez anos sem correção. Entre os dias 3, 4 e 5 o CJF irá realizar uma sessão de julgamento virtual, e, além da indenização de transporte e de outros pontos, está na pauta a proposta orçamentária da Justiça Federal para 2023. Assim, essa será mais uma pauta das atividades que sindicatos de servidores e servidoras do Judiciário Federal de várias partes do país, inclusive o Sintrajufe/RS, realizam nesta semana em Brasília.

O Sintrajufe/RS enviou à capital federal uma caravana de colegas e diretores com o objetivo central de pressionar o Supremo Tribunal Federal (STF) pela reposição salarial da categoria, juntamente com os e as colegas de outros estados. Outras pautas da categoria, porém, também fazem parte do chamado à mobilização, incluindo a defesa dos servidores da Justiça Eleitoral (sob ataque de Jair Bolsonaro) e a luta pelo reajuste da indenização de transporte. Há manifestação programada para a frente do STF na tarde de quarta-feira, 3.

Considerando apenas os aumentos dos combustíveis no ano de 2022, já seria justificada a correção de valores. Os veículos utilizados nas diligências pertencem aos oficiais e oficialas e as despesas com aquisição, seguro, IPVA, manutenção, também correm por conta destes servidores e servidoras. A indenização de transporte teria que ressarcir todo esse gasto, mas não o faz.

Em 30 de maio, a Fenajufe, o Sintrajufe/RS e outros sindicatos da categoria, além da Fenassojaf, realizaram ato em frente ao CJF cobrando a correção dos valores. O protesto repercutiu e presidentes de cinco TRFs solicitaram ao presidente do CJF a inclusão do pedido na pauta do plenário do Conselho o mais rápido possível.

Com informações da Fenajufe.