SINDICATO DOS TRABALHADORES DO JUDICIÁRIO FEDERAL E MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO - FUNDADO EM 28 DE NOVEMBRO DE 1998 - FILIADO À FENAJUFE E CUT

GRANADA

Não tem reajuste para servidor , diz Bolsonaro; e aí­, ministro Fux? Sintrajufe/RS convoca assembleias de base dia 15, quarta-feira

Nessa segunda-feira, 13, Jair Bolsonaro (PL) confirmou o que já vinha indicando nos últimos dias: não tem reajuste para servidor , disse ele a jornalistas em frente ao Palácio do Planalto. A decisão do governo pela manutenção da polí­tica de reajuste zero só tem uma resposta possí­vel por parte dos servidores e servidoras: mobilização.

Conforme Bolsonaro, há possibilidade, ainda, de um reajuste no vale-alimentação, ainda sem valor estipulado. Essa medida, porém, não daria conta das reivindicações das categorias e, pior, não contemplaria aposentados e aposentadas, que ficariam sem nada.

Desde janeiro, o Sintrajufe/RS, a Fenajufe e diversas outras entidades que representam servidores e servidoras de todo o paí­s estão em campanha salarial unificada. A reivindicação é de 19,99% de reposição emergencial, í­ndice referente apenas às perdas inflacionárias dos três primeiros anos de governo Bolsonarosem deixar de apontar, portanto, a necessidade de buscar, futuramente, as demais perdas já acumuladas antes e depois disso. No Judiciário, os servidores e servidoras já acumulam mais de 30% de perdas apenas no governo Bolsonaro.

Desde o final do ano passado, Bolsonaro e seu ministro da Economia, Paulo Guedes, vêm em um jogo de confusão para tentar enganar os servidores e servidoras. Pela imprensa, são ditos e desditos a cada semanaàs vezes, a cada dia. A trapaça de rodoviária conduzida pelo governo, porém, nunca enganou os trabalhadores. Sempre ficou claro que apenas a mobilização poderia derrotar a polí­tica de reajuste zero e de desmonte dos serviços públicos que Bolsonaro e Guedes implementam desde 1º de janeiro de 2019dando continuidade ao que vinha sendo feito por Michel Temer (MDB) e acelerando a destruição de direitos.

Nos últimos dias, Bolsonaro e Guedes já vinham em um crescente de negativas sobre a possibilidade de oferecer reposição salarial. Na terça-feira passada, dia 7, Bolsonaro já afirmara que pelo que tudo indica não haverá reajuste neste ano. Depois, no dia 9, foi a vez de Guedes: O governo federal não conseguiu dar o aumento de salários para o funcionalismo , disse o ministro durante evento promovido pela Associação Brasileira de Supermercados (Abras). Agora, Bolsonaro confirma a decisão.

E o Judiciário?

No caso do Judiciário, já ficou demonstrado, em documento encaminhado à Casa Civil, que há espaço no orçamento, mas o STF, em vez de encaminhar projeto de lei ao Congresso, está condicionando o í­ndice de reposição da categoria à decisão do governo Bolsonaro para todo o funcionalismo. O Supremo já poderia ter enviado projeto ao Congresso, a exemplo do que fez o Tribunal de Contas da União (TCU), que apresentou à Câmara um projeto para a reposição de 13,5% para os servidores e as servidoras do órgão. Além da pressão sobre o governo federal, servidores e servidoras do Judiciário Federal estão também cobrando ações concretas do STF. A Fenajufe solicitou audiência com o presidente do STF, ministro Luiz Fux, para tratar do projeto a ser encaminhado com vistas à reposição de perdas da categoria, mas ainda não conseguiu ser recebida por ele.

Mobilização

No perí­odo da campanha salarial, foram realizadas diversas mobilizações em Brasí­lia e nos estados, sempre com participação do Sintrajufe/RS. Agora, com mais uma declaração governista no sentido do zero , o momento não é de esmorecer, mas de reforçar a luta. Em assembleia geral realizada no dia 9 de junho, os trabalhadores e trabalhadoras do Judiciário Federal e do Ministério Público da União no Rio Grande do Sul aprovaram um calendário de mobilizações, vinculado ao calendário nacional da Fenajufe.

O próximo momento dessa luta será nesta quarta-feira, 15, data definida pela Fenajufe para atividades de mobilização em todo o paí­s. No Rio Grande do Sul, o Sintrajufe/RS promove assembleias de base em frente aos prédios do Judiciário em Porto Alegrea orientação é que, no interior, os colegas também realizem assembleias. Confira os horários e locais das assembleias de base em Porto Alegre:

Confira horários e locais das assembleias de base em Porto Alegre:
12h30minJustiça do Trabalho, nas varas trabalhistas
14h30minJustiça Eleitoral, no prédio da 7 de Setembro
16hJustiça Federal/TRF4, junto ao prédio da 1ª Instância

Veja abaixo o calendário completo de mobilizações aprovado pela assembleia geral do Sintrajufe/RS:

Calendário de luta pela reposição salarial:
15 de junho “ Assembleias de base/atos em frente aos prédios. Colocação de faixas, reforçando a mobilização pela revisão salarial. Rebater a posição do governo federal e cobrar o encaminhamento de uma proposta de Fux, inclusive criticando a preocupação exclusiva que o ministro tem manifestado com os quinquênios da magistratura.
21 e 22 de junhoCaravana do Sintrajufe/RS para manifestações em Brasí­lia pela revisão salarial, com foco no STF, cobrando do presidente do Supremo o envio de proposta com a recomposição das perdas da categoria, que com a previsão inflacionária de 2022, já chegariam a 30,66%. Pressão que será feita também pelo meio virtual.
JulhoAtividades diversas (pressão por e-mail, envio de ofí­cios dos sindicatos pelo Brasil cobrando os ministros do STF) e assembleias para aprovação do estado de greve da categoria, com indicação de paralisação em 3 de agosto.
3 de agosto “ Apagão do Judiciário e do Ministério Público da União, com indicativo de paralisação pela recomposição das perdas. Cobrança para que STF e PGR enviem ao Congresso o orçamento de 2023 com a previsão da recomposição das perdas salariais, independentemente da concessão ou não de uma reposição emergencial no mês de julho.

Sintrajufe/RS disponibiliza materiais para mobilização

O Sintraufe/RS orienta que os e as colegas do interior também participem das mobilizações em suas cidades. Cada um e cada uma pode fazer sua parte nessa luta. Abaixo, faça o download e imprima os materiais produzidos pelo Sintrajufe/RS:

Baixe e imprima os materiais

Panfleto para o interior
Cartaz
Faixa