SINDICATO DOS TRABALHADORES DO JUDICIÁRIO FEDERAL E MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO - FUNDADO EM 28 DE NOVEMBRO DE 1998 - FILIADO À FENAJUFE E CUT

CARREIRA

CNJ atende a pedido do CSJT e dilata prazo para apresentação da normativa que regulariza atribuições dos oficiais de justiça

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) dilatou o prazo para apresentação da normativa acerca da regulamentação das atribuições dos oficiais e das oficialas de justiça até o dia 2 de maio. O pedido de ampliação do prazo foi protocolado pelo Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT) e acatado pela conselheira do CNJ Renata Gil, relatora do procedimento de controle administrativo (PCA) sobre o tema.

O CSJT encaminhou requerimento no iní­cio deste mês solicitando a extensão de 90 dias do prazo inicial (2 de fevereiro) para a regulamentação, levando em consideração a realidade tecnológica e a necessidade de evolução nesse campo especí­fico.

O requerimento atendeu à solicitação feita pela Associação Nacional dos Oficiais de Justiça Avaliadores Federais (Fenassojaf) durante reunião com o secretário-geral do CSJT, Bráulio Gabriel Gusmão, no dia 23 de janeiro. A associação requereu a ampliação do prazo para apresentar sugestões a serem debatidas.

De acordo com a conselheira Renata Gil, a concessão de aumento de prazo considera não apenas a solicitação encaminhada pelo CSJT, como a necessidade de deliberação da proposta de ato normativo pelo plenário do Conselho.

O tema já havia sido levado ao Fórum Permanente de Gestão da Carreira dos Servidores do PJU no CNJ em novembro do ano passado durante reunião do subgrupo 1, que trata da descrição de cargos. O tópico foi levantado pela Fenassojaf, com apoio da Fenajufe, e foi solicitada urgência da discussão no subgrupo acerca das atribuições dos oficiais e das oficialas.

Fonte: Fenajufe

Foto: Foto: Sindojus Ceará