SINDICATO DOS TRABALHADORES DO JUDICIÁRIO FEDERAL E MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO - FUNDADO EM 28 DE NOVEMBRO DE 1998 - FILIADO À FENAJUFE

DIA DE LUTA

24 de março, Dia Nacional de Paralisação: contra a reforma administrativa, por vacina, por auxílio de R$ 600 e pelo fim do governo Bolsonaro

Ler conteúdo

Nesta quarta-feira, 24, o Sintrajufe/RS se une a diversas categorias do funcionalismo no Dia Nacional de Paralisação contra a reforma administrativa, por vacina para todos e todas, gratuita e pelo SUS, por um auxílio emergencial de R$ 600,00 e pelo fim do governo de Jair Bolsonaro (sem partido). Na categoria, a paralisação de 24 horas foi aprovada da assembleia geral do dia 18, com participação em ato público, colocação de faixas em diversos pontos de Porto Alegre, debates e um “mural virtual”, no qual a categoria poderá marcar presença enviando fotos e vídeos.

Reforma administrativa é o maior ataque a servidores e servidoras

Neste mês, o Congresso promulgou a emenda constitucional (EC) 109/2021, que tramitou como PEC Emergencial. A EC traz diversos gatilhos que congelam salários, concursos e investimentos públicos, aprofundando ainda mais os efeitos negativos da EC 96/2016, que congela investimentos públicos até 2036.

Os ataques não param por aí. Para colocar uma pá de cal sobre os serviços públicos e o atendimento básico à população, o governo Bolsonaro e sua base de apoio parlamentar querem aprovar, o mais rapidamente possível, a reforma administrativa (PEC 32/2020). Esse é o maior ataque aos direitos de servidores e servidoras. Um dos principais objetivos é colocar na Constituição o princípio da subsidiariedade, tira do Estado suas obrigações constitucionais de oferecer serviços à população, priorizando que sejam prestados pelo setor privado. Além disso, cria diversas formas de ingresso no serviço público, no lugar dos concursos com critérios transparentes, e pode acabar com a estabilidade.

Confira a programação:
Durante todo o dia – Paralisação de 24 horas
Durante todo o dia – Mural virtual com envio, pela categoria, de fotos com cartazes e vídeos de até 20 segundos contra a reforma administrativa
7h – Colocação, em conjunto com outras entidades, de faixas em diversos pontos de Porto Alegre denunciando a reforma e o governo Bolsonaro
10h – Ato público unificado com outras categorias de servidores e Centrais, na Praça da Matriz
15h30min – Live do Sintrajufe/RS sobre a reforma administrativa
18h30min – Live do Sintrajufe/RS com o tema “Violências contra as mulheres: Não se cale! Denuncie!” (evento do Mês de Luta das Mulheres já agendado anteriormente para essa data)

Fora, governo Bolsonaro

Este ano de pandemia foi marcado por deboche por parte do presidente da República, que fez piadas e zombou da dor de doentes e familiares de mortos. O negacionismo, a “prescrição” de medicamentos ineficazes, o descumprimento de medidas sanitárias básicas e o incentivo à aglomeração mobilizaram Bolsonaro e seus asseclas. O mais importante, que são a testagem em massa e a vacina, foram colocados sob suspeição pelo governo, fazendo com o que o país vire um “celeiro” de novas variantes do coronavírus.

Os primeiros a serem socorridos na pandemia foram os grandes empresários. O trabalhador e a trabalhadora que já estavam em situação precária antes, devido à crise econômica, viram sua situação ficar insustentável. E Bolsonaro, em vez de aprovar um auxílio emergencial R$ 600, fez chantagem para aprovar PEC Emergencial em troca de um auxílio de R$ 150 a R$ 250 com duração de apenas quatro meses.

A permanência de Bolsonaro no governo faz mal à saúde, à vida e ao emprego. A insígnia “Fora, Bolsonaro” estará em evidência no dia de paralisação e ganha ainda força quando o Brasil atinge a trágica marca de 300 mil mortos por Covid-19.

Mande foto ou vídeo de até 20s no dia 24/3 e mostre sua indignação!

O Sintrajufe/RS está pedindo aos colegas sindicalizados e sindicalizadas que enviem fotos (em alta resolução) ou vídeos de até 20 segundos, gravados com o celular na horizontal, dizendo: por que você é contra a proposta de reforma administrativa de Bolsonaro e Paulo Guedes? Você também pode abordar os outros temas do dia da mobilização. O envio desse material autoriza o uso pela imprensa do sindicato em redes sociais e na campanha contra a reforma administrativa.

Queremos mostrar nossa indignação, dialogar com todos e todas as colegas que ainda não têm sua atenção voltada para as graves consequências da PEC 32/2020 e com a população que precisa de serviços públicos. A propaganda do governo e dos grandes empresários precisa ser desmentida, por isso todos estão chamados a colocar a boca no trombone!

Baixe e imprima os modelos de cartazes ou faça o seu próprio. O que vale é mostrar nossa disposição de luta na defesa dos serviços públicos. Se precisar de uma ajuda, leia a cartilha sobre a reforma e veja os vídeos produzidos pelo Sintrajufe/RS.

FALE CONOSCO

Font Resize
Contraste