SINDICATO DOS TRABALHADORES DO JUDICIÁRIO FEDERAL E MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO - FUNDADO EM 28 DE NOVEMBRO DE 1998 - FILIADO À FENAJUFE E CUT

DESTAQUE

Servidores relatam suas impressões sobre a paralisação e o ato do dia 3

Na tarde de quinta-feira, os servidores do Judiciário Federal gaúcho saí­ram em caminhada das varas trabalhistas até o TRT, onde foi realizado um grande ato público, com a participação de mais de 300 pessoas. Na ocasião, os colegas expressaram sua opinião sobre a atividade que marcou a retomada da mobilização da categoria no Rio Grande do Sul. 

Um movimento expressivo da categoria é de fundamental importância, tendo em vista as perdas salariais, a defasagem entre a nossa categoria e as outras, as metas, o adoecimento por conta da demanda de trabalho absurda, a falta de valorização da categoria e, principalmente, a falta de coesão interna ao longo dos últimos anos. 
Patrí­cia Policarpo Diretora do Sintrajufe/RS

Estou feliz com a resposta dos colegas. Todas as justiças estiveram bem representadas. Temos que continuar chamando. E continuar lutando. Â É só lutando que se conquiista. 
João Dal MolinDiretor de baseTRE Anexo

É uma retomada da mobilização da categoria, que vem sendo sistematicamente desvalorizada. Temos direito ao Plano de Carreira, precisamos disso. É preciso que os governantes nos ouçam.
Ana Olinda VilanovaJF“ Novo Hamburgo

É o primeiro passo de uma mobilização que precisa ser construí­da com muito mais força, mas o primeiro passo está sendo dado hoje. Temos uma pauta emergencial, a antecipação das parcelas da GAJ, o reenquadramento, e as lutas principais, que são a data-base e o plano de carreira. São duas possibilidades de vitória até o final do ano. 
Reginaldo LühringDiretor do Sintrajufe/RS

Nosso ato se insere no Calendário Nacional da Fenajufe. É uma boa arrancada pra gente ver se até o final do ano conseguimos algumas melhoria salariais. O ato está muito bom, considerando que é uma arrancada pra esse processo de retomada da mobilização da categoria. 
Ramiro LopesCoordenador Geral da Fenajufç 

O Judiciário está em dí­vida com os servidores, e este ato é uma maneira de expressarmos nossa insatisfação. 
Darci VargasTRT

A retomada da mobilização é fundamental para nossa categoria, que estava totalmente desmotivada, desmobilizada e desunida. Agora, sim, conseguimos retomar nossa mobilização. É um passo importante para mostrarmos como estamos sendo maltratados por todos os governos e pelo STF.  Este primeiro passo está sendo muito forte. E, como diz nosso hino, que ele sirva de modelo a toda terra, a todo Judiciário Federal brasileiro. 
Jorge Henrique MichelJFNovo Hamburgo

Este ato está sendo importantí­ssimo. A categoria voltou a se motivar. Estou emocionada vendo esse povo todo na luta. Estamos todos de parabéns. 
Eliana FalchembachDiretora do Sintrajufe/RS

Estamos buscando nossa reposição salarial. Estamos com o salário congelado há vários anos. Estamos na luta pela busca daquilo que é nosso direito.  
Lí­lian Mallmann  “ JFNovo Hamburgo

Achei excelente a manifestação, a primeira desta nova gestão. As chamadas para o ato foram muito boas. Notei isso nos locais de trabalho, nos materiais e na imprensa, que faz muita direfença. Hoje vi em rede nacional o chamamento para o ato. Os colegas precisam retomar a mobilização. Isso começa devagar. Hoje, com 300 pessoas, foi muito bom, diante da apatia que existia antes na categoria. Se a direção continuar nesse caminho de convencimento, de explicação, de retomada da luta, é possí­vel que a gente tenha excelentes vitórias ainda nesse ano. 
Clarice CamargoDiretora de baseJFNovo Hambugo

Um ato excelente. Temos que botar nosso povo na rua. Temos que bater firme em busca de nossos direitos, e dizer não à retirada de direitos. Estamos vendo uma escalada de violência contra os movimentos em todo o paí­s, e temos que mostrar que não temos medo de botar nossa cara na rua, e que estamos dispostos a lutar para garantir nossos direitos, por um paí­s melhor para todos e um serviço público muita qualidade
Eduardo Nunes da Silva (Maradona)Diretor de baseTRT

O ato é importante, mas enquanto os ministros dos tribunais superiores não se reunirem com a Dilma, não vai acontecer nada. Por mais que a gente brigue, enquanto eles não quiserem, não vai ter nada para nós. O ato pode ajudar, mas a categoria não está mobilizada o suficiente. Não vejo perspectiva, ainda mais pela polí­tica do governo federal, que é a de melhorar a renda da população que se encontra na linha da miséria. Para nós, não vai sobrar muita coisa.  
Luciana Krumenauer Ortmann – TRF

Estou muito contente com a participação, especialmente do pessoal da Justiça Federal e da Eleitoral, e, como sempre, uma grande adesão da Trabalhista. É muito importante que a categoria demonstre que está se mobilizando, e que essa insatisfação se traduza em participação. 
Adriane BeckerDiretora do Sintrajufe/RS

Este ato é um ato de cidadania, de participação e de conscientização das nossas lutas pela construção de um paí­s com mais justiça e com melhores condições de vida para todos. 
Jorge CidadeTRT