SINDICATO DOS TRABALHADORES DO JUDICIÁRIO FEDERAL E MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO - FUNDADO EM 28 DE NOVEMBRO DE 1998 - FILIADO À FENAJUFE E CUT

SOLIDARIEDADE

Campanha Ajudando quem precisa enfrenta dificuldades e necessita de mais doações para seguir com ações solidárias

Com cerca de 2 mil cestas básicas já distribuí­das, a campanha Ajudando quem precisa busca aumento das doações para seguir com as ações de solidariedade que vem desenvolvendo desde maio de 2020. A campanha é uma parceria entre Sintrajufe/RS, TRT4 e Amatra IV e distribui cestas básicas para famí­lias em situação de vulnerabilidade em diversas comunidades de Porto Alegre e Região Metropolitana.

Em junho, foi possí­vel doar 75 cestas básicas, sendo que houve meses em que a campanha conseguiu distribuir 300 cestas. A queda significativa nas doações tem, assim, dificultado o apoio a quem mais precisa. Após as últimas doações, o caixa da campanha ficou praticamente zerado.

No último mês, as doações foram disrtribuí­das da seguinte forma: 35 cestas para a Creche da Tia Lolô, 35 para os Cozinheiros do Bem e 15 para a Casa de Referência da MulherMulheres Mirabal.

Saiba como contribuir e participe dessa rede solidária!

Já foram muitas as doações, mas ainda há muitas famí­lias precisando de auxí­lio. A união com a Amatra IV e a administração do TRT4 potencializa a doação solidária da categoria, com possibilidade de monitoramento da utilização dos recursos diretamente por quem doa, aumentado a certeza de que tais doações chegarão, de fato, a quem precisa. Não importa o valor, toda ajuda é bem-vinda e necessária. Ajudem-nos a ajudar!

Para contribuir, é possí­vel fazer doações de qualquer valor para a conta abaixo:

Banco Sicredi 748
Conta: 06711-3
Agência: 0106
CNPJ da Amatra: 89.514.111/0001-20

Apoio à Federação Nacional de Educação e Integração dos Surdos

O Sintrajufe/RS também realizou uma ação de solidariedade junto à Federação Nacional de Educação e Integração dos Surdos (Feneis). Em março, em vistoria no TRF4, o sindicato identificou que trabalhadores e trabalhadoras vinculados à Federação, contratada pelo tribunal, estavam trabalhando em situações preocupantes em relação à segurança sanitária em meio à pandemia, em um mutirão de digitalização de processos. O sindicato denunciou a situação ao tribunal e ao Ministério Público do Trabalho (MPT). O TRF4, ao invés de suspender a ida dos trabalhadores e trabalhadoras terceirizados e garantir seus empregos, suspendeu o contrato, o que levou à demissão de 18 pessoas.

A eles e elas, o Sintrajufe/RS fez a doação de cestas básicas, de forma a amenizar a situação difí­cil em que foram colocados pela decisão do tribunal. Por meio da campanha Ajudando quem precisa , foram destinadas 18 cestas básicas aos trabalhadores e trabalhadoras da Feneis.