SINDICATO DOS TRABALHADORES DO JUDICIÁRIO FEDERAL E MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO - FUNDADO EM 28 DE NOVEMBRO DE 1998 - FILIADO À FENAJUFE

MOBILIZAÇÃO

Sintrajufe/RS realiza panfletagem contra reforma administrativa e reforça a convocação da população para os atos do “Fora Bolsonaro” marcados para esta terça, 7

Ler conteúdo

Nesta segunda-feira, 6, o Sintrajufe/RS foi às ruas para dialogar com a população sobre a necessidade de lutar pelo fim do governo de Jair Bolsonaro (sem partido) e contra a reforma administrativa (PEC 32/2020). Juntamente com outras entidades, o sindicato esteve na Rodoviária de Porto Alegre, onde distribuiu materiais de divulgação e chamou trabalhadores e trabalhadoras para as mobilizações pelo “Fora Bolsonaro” que ocorrem nesta terça-feira, 7.

Além do Sintrajufe/RS, participaram da ação o Sindjus/RS, o Sindserf e a a CUT/RS. Representaram o Sintrajufe/RS na atividade os diretores Marcelo Carlini, Paulo Guadagnin e Zé Oliveira.

No final da tarde, na Rodoviária, foram distribuídos exemplares da revista em quadrinhos “As Desventuras da Família Silva”, produzida pelo Sindiserv, com apoio da CUT-RS, e executada pelo cartunista Fredy Varela. A publicação conta a história de quatro pessoas (pai, mãe e filhos) que enfrenta as dificuldades pós-reforma administrativa (PEC 32/2020), como a falta de concursos, a precariedades nos serviços de saúde e educação, além do aumento da corrupção no país.

As Desventuras da Família Silva

Com uma linguagem simples, o material, executado pelo cartunista Fredy Varela, mostra as dificuldades enfrentadas por uma família de classe média em um cenário de aprovação da reforma administrativa. A falta de concursos, a precariedade nos serviços de saúde e educação, além do aumento da corrupção no país.


Os representantes dos sindicatos também chamaram a população para as atividades programadas para esta terça-feira, 7, pelo “Fora Bolsonaro” e contra a reforma administrativa. As mobilizações, vinculadas ao tradicional Grito dos Excluídos, acontecem no Parque da Redenção, em Porto Alegre, com ato ecumênico às 11h e, a partir das 13h30min, concentração para a marcha. Veja AQUI todas as informações.