SINDICATO DOS TRABALHADORES DO JUDICIÁRIO FEDERAL E MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO - FUNDADO EM 28 DE NOVEMBRO DE 1998 - FILIADO À FENAJUFE

8 DE MARÇO

Sintrajufe/RS participa das atividades do Dia Internacional de Luta das Mulheres e terá tenda com informações no Largo Glênio Peres nesta terça-feira

Ler conteúdo

“Pela vida das mulheres: Por um Brasil sem machismo, racismo e fome, Fora Bolsonaro, Bolsonaro nunca mais”, esse é o mote das atividades unificadas do 8 de Março, Dia Internacional de Luta das Mulheres. O Sintrajufe/RS estará presente nas atividades em Porto Alegre; a partir das 12h, no Largo Glênio Peres, com uma tenda com informações sobre os efeitos nefastos da reforma administrativa (PEC 32/2020) nas políticas públicas para as mulheres (a proposta não foi votada em 2021 graças à unidade das categorias de servidoras e servidores públicos das três esferas) e na divulgação do 1º LesboCenso, pesquisa que busca mapear o perfil sociodemográfico de lésbicas no Brasil. O dia se encerrará com ato público e caminhada.

Durante a tarde, a partir das 12h, ocorrerão rodas de conversa no Largo Glênio Peres, promovidas pelas várias entidades organizadoras. Às 18h, haverá ato público na Esquina Democrática e, depois, caminhada, com diversas manifestações culturais, até o Largo Zumbi dos Palmares.

As ações estão na agenda da 3ª Jornada Feminista Plurissindical, que neste ano é organizada pelo Sintrajufe/RS, Sindipetro/RS, Sindiágua/RS, Semapi/RS, SindBancários/POA, Fetrafi e Sindicato dos Bancários do Litoral Norte.

A organização do dia 8 de Março orienta, em razão da pandemia do coronavirus e suas variantes, que para qualquer atividade presencial há necessidade de cuidados sanitários, como o uso de máscara e de álcool em gel.

Confira a programação:
A partir das 12h – Rodas de Conversa no Largo Glênio Peres; tenda do Sintrajufe/RS
13h – Troca de experiências sobre combate à fome e à miséria com trabalho digno no campo e na cidade
14h – Mística: intervenção cultural
16h – Combate à violência de gênero, política, racismo estrutural, LGTBfobia e feminicídio
17h – Mística: intervenção cultural
18h – Ato público na Esquina Democrática e marcha até o Largo Zumbi dos Palmares