SINDICATO DOS TRABALHADORES DO JUDICIÁRIO FEDERAL E MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO - FUNDADO EM 28 DE NOVEMBRO DE 1998 - FILIADO À FENAJUFE

CONTRA A PEC 32

Servidores públicos farão ato na porta de Arthur Lira contra a reforma administrativa nesta quarta-feira

Ler conteúdo

Nesta quarta-feira, 18, é dia de greve de 24 horas das servidoras e dos servidores públicos das três esferas contra a reforma administrativa (PEC 32/2020). Em Alagoas, as entidades marcaram a concentração para as atividades em frente à casa do presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL).

As entidades também protestarão contra a privatização de estatais como Correios, Eletrobrás e Petrobras e contra a medida provisória 1.045, que aprofunda a reforma trabalhista, criando trabalhadores de “segunda classe”, com baixos salários e sem direitos trabalhistas e previdenciários.

Em nota divulgada pelos movimento de servidores e servidoras, é destacado que Lira já adiantou que levará a PEC 32/2020 para votação no Plenário da Câmara até o final de agosto. As entidades afirmam que a reforma administrativa retira os direitos dos atuais, futuros servidores públicos e entrega os serviços públicos à iniciativa privada.

Para as entidades, Lira é cúmplice de Bolsonaro para prejudicar a população com o fim dos serviços públicos e gratuitos, como o SUS, a educação, a saúde, a segurança, entre outros. Isso tudo em meio a uma realidade que mostra: morte de 570 mil pessoas Covid-19 no Brasil, desemprego de 14 milhões de pessoas, alta da inflação, mais de 20 milhões de brasileiros passando fome e mais de 120 milhões em insegurança alimentar.

A nota explica que a reforma administrativa ameaça os servidores e as servidoras, acaba com o concurso público, elimina a estabilidade, reduz salários, põe fim à paridade e à integralidade, proíbe as progressões, as promoções e os retroativos, elimina o Regime Jurídico Único, permite a perda do cargo público e prejudica os aposentados e as aposentadas.

No Rio Grande do Sul, atos acontecerão em várias cidades.

Várias cidades gaúchas já confirmaram ato públicos e mobilização durante este dia 18.


Porto Alegre:
7h – Panfletagem dos gibis da Família Silva no Hospital de Clínicas
11h –
Em frente ao Hospital de Pronto Socorro
18h – Esquina Democrática

Caxias do Sul:
10h –
Concentração no Centro Administrativo
15h – Concentração na prefeitura e caminhada até a Praça Dante Alighieri
17h – Ato na Praça Dante Alighieri

Gravataí:
14h – Panfletagem de sindicatos do gibi da Família Silva na Praça Central

Passo Fundo:
18h – Ato Público na Praça Teixeirinha

Pelotas:
16h30min – Concentração no Largo da Prefeitura

Rio Grande:
14h – Panfletagem de sindicatos do gibi da Família Silva no Largo Dr. Pio

Santa Cruz do Sul:
9h – Ato público na praça Getúlio Vargas

Santa Maria:
15h –
Aula pública na Praça Saldanha Marinho