SINDICATO DOS TRABALHADORES DO JUDICIÁRIO FEDERAL E MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO - FUNDADO EM 28 DE NOVEMBRO DE 1998 - FILIADO À FENAJUFE

DESTAQUE

Saiba como descartar corretamente máscaras e demais equipamentos de proteção contra o covid-19

Ler conteúdo

Em momentos como este, de pandemia, os equipamentos de proteção individual (EPIs), após utilizados, precisam ser descartados de forma que não ofereçam riscos a ninguém. Em especial os catadores de lixo e demais trabalhadores e trabalhadoras da área tornam-se vulneráveis a possíveis contaminações dos materiais que movimentam. Por isso, o papel de cada um e cada uma é fundamental para ajudar a proteger a todos.

O Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU) e os catadores de lixo reciclável demonstram preocupação com a situação e reforçam a necessidade de a sociedade estar engajada na proteção coletiva da saúde de todos e todas.

Em hipótese alguma os EPIs devem ser jogados em vias públicas ou diretamente em lixeiras. Luvas e máscaras não devem ser separadas para coleta seletiva, e seu descarte deve ser realizado na coleta domiciliar regular ou nos contêineres destinados a lixo orgânico, sempre dentro de um saquinho bem fechado.

Nas residências onde há casos suspeitos ou confirmados do novo coronavírus, qualquer resíduo deve ser descartado como lixo orgânico, em sacos duplos, fechados com lacro ou nó e com no máximo dois terços da capacidade preenchida. Se a residência ficar em um condomínio, a recomendação é avisar o síndico, que deverá orientar os funcionários responsáveis pelo recolhimento dos lixos no sentido de fazer o manuseio mínimo necessário.