SINDICATO DOS TRABALHADORES DO JUDICIÁRIO FEDERAL E MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO - FUNDADO EM 28 DE NOVEMBRO DE 1998 - FILIADO À FENAJUFE

DESTAQUE

Que coisa! Lá vêm elas falar de visibilidade lésbica!

Ler conteúdo

Mas tu sabes por que a gente fala de visibilidade?

Porque as coisas são organizadas pra seguir um “padrão” heteronormativo (pessoas de sexos diferentes que se relacionam e têm padrões de comportamento predefinidos). E, quando as pessoas fogem dessa heteronormatividade, são vistas como anormais. A sociedade prefere invisibilizar isso, e logo elas ficam à margem, sem poderem usufruir dos mesmos privilégios de quem segue esse tal padrãozinho!

Por isso, a mulherada lésbica (mulheres que amam/transam outra mulher) se reuniu em 1996 num grande seminário e, a partir de então, o dia 29 de agosto ficou como data pra mostrar que as lésbicas existem e querem poder ter o privilégio de sair na rua sem escutar piadinhas sobre seu amor, querem poder beijar e andar de mãos dadas como todas as pessoas que curtem sentir o contato de seu afeto. Querem poder ser respeitadas independentemente de estarem ou não com alguém.

Querem seus corpos e ideias respeitados.

E ser lésbica/sapatão é uma forma de revolução que muitos não entendem e acham que uma mulher não é mulher sem um macho do lado! E por causa disso elas sofrem abusos sexuais de homens que se acham no direito de violar o corpo delas.

Por isso, iremos falar de visibilidade lésbica!

Pois respeito é o que mulheres lésbicas querem!

Tu me respeitas, eu te respeito.

29 de agosto, Dia da Visibilidade Lésbica.

Queres conversar mais sobre esse assunto? Tens outras ideias? Queres contar casos de LGBTfobia?

Vem construir conosco! O Sintrajufe/RS tem o Núcleo de Diversidade Sexual (NUDS), no qual temas do mundo LGBT+ são discutidos e podem virar ações concretas de inclusão!

Próxima reunião (virtual) dia 14 de setembro, às 19h30min. Manda um e-mail para politicassociais@sintrajufe.org.br, para que possamos te avisar das nossas pautas e reuniões.