SINDICATO DOS TRABALHADORES DO JUDICIÁRIO FEDERAL E MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO - FUNDADO EM 28 DE NOVEMBRO DE 1998 - FILIADO À FENAJUFE

MOBILIZAÇÃO

Lira reconhece: “sindicatos fortes e que pressionam parlamentares”; filie-se ao Sintrajufe/RS para derrotar a PEC 32, defender os serviços públicos e os direitos ameaçados!

Ler conteúdo

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), adiou a votação da reforma administrativa (PEC 32/2020) na comissão especial. Para explicar esta decisão, causada pela dificuldade em obter os votos suficientes, Lira acabou reconhecendo a força dos sindicatos: “Um tema como esse num momento de tanta instabilidade política e muitas arrumações que precisam ser feitas não é fácil de tramitar. São categorias que se organizam há muitos anos, com sindicatos fortes e que pressionam parlamentares em seus estados”, disse o deputado.

De fato, os sindicatos têm construído uma árdua luta em defesa dos serviços públicos desde que a reforma foi apresentada pelo governo de Jair Bolsonaro (sem partido) ao Congresso, ainda no ano passado. São meses de muita mobilização e criatividade para superar as dificuldades impostas pela pandemia e por um governo que não dialoga com a sociedade, que busca “passar a boiada”, nas palavras de um ministro. Em todo o Brasil, o movimento sindical assumiu a luta contra a PEC 32 e o desafio de mostrar à sociedade e aos parlamentares que a reforma prejudica toda a população, ao desmontar os serviços públicos.

No Rio Grande do Sul, o Sintrajufe/RS tem estado à frente de muitas ações, em diversos espaços, contra a reforma administrativa, defendendo, assim, os direitos de servidores e servidoras e a garantia de serviços públicos gratuitos e de qualidade para todos os trabalhadores e trabalhadoras. Nos últimos meses, o Sintrajufe/RS construiu, juntamente com outras entidades, diversos atos públicos contra a reforma, levando essa pauta também às manifestações mais amplas pelo fim do governo Bolsonaro. O sindicato, a partir da Frente dos Servidores do RS, também afixou outdoors em todo o estado denunciando os efeitos da reforma, se aprovada. Além disso, vem realizando campanhas de mídia, com peças em televisão, rádio, jornais e redes sociais, explicando para a população o significado da proposta e pressionando os deputados e as deputadas para que se posicionem contra a PEC.

Um sindicato forte depende de uma categoria que participe da entidade e das lutas. Os trabalhadores e as trabalhadoras do Judiciário Federal e do Ministério Público da União têm feito sua parte, e é fundamental, nesse sentido, que todos e todas estejam filiados e filiadas ao Sintrajufe/RS. Esse é um caminho necessário para fortalecermos as lutas e aumentarmos nossas chances de vitória em defesa dos nossos direitos e de toda a população.

Além de contribuir para o crescimento e o fortalecimento de nossa entidade e para as lutas do conjunto dos trabalhadores e trabalhadoras, ser sindicalizado significa ingressar em todas as ações coletivas movidas pelo sindicato, ter acesso a diversos convênios, escolher os destinos da entidade pelo voto e ser protagonista de nossas maiores conquistas.

Abra e imprima a ficha de sindicalização, preencha, confira tudo e assine. Depois, basta enviá-la, digitalizada, para o e-mail sintrajufe@sintrajufe.org.br. Você também pode enviar por Correios para o Sintrajufe/RS (Rua Marcílio Dias, 660 – Menino Deus – Porto Alegre – RS – CEP 90.130-000) ou entregar para o diretor de base de sua unidade. Depois, é só se orgulhar de passar a fazer parte da história de luta do Sintrajufe/RS.


Você já fez pressão num deputado hoje?

Com a votação remarcada para a próxima semana e a intensificação das movimentações do governo para buscar os votos, é importante para quem defende os serviços públicos reforçar a pressão nas redes sociais e nas ruas contra a reforma. Por isso, o Sintrajufe/RS divulga abaixo os contatos dos deputados do Rio Grande do Sul que fazem parte da Comissão Especial. São três deputados titulares e dois suplentes, sendo que um dos suplentes, Paulo Pimenta (PT), já enviou manifestação ao Sintrajufe/RS garantindo o voto contra a reforma. Além de Pimenta, já enviaram ao Sintrajufe/RS mensagens no mesmo sentido as deputadas Fernanda Melchionna (Psol) e Maria do Rosário (PT) e os deputados Bohn Gass (PT), Henrique Fontana (PT), Marcon (PT) e Pompeo de Mattos (PDT). O PSB também já manifestou posição contra a proposta, assim como o deputado Afonso Motta (PDT). Abaixo, veja os contatos e envie mensagens aos deputados lembrando: deputado que vota contra os serviços públicos não volta




FALE CONOSCO

Font Resize
Contraste