SINDICATO DOS TRABALHADORES DO JUDICIÁRIO FEDERAL E MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO - FUNDADO EM 28 DE NOVEMBRO DE 1998 - FILIADO À FENAJUFE

CARREIRA

Em reunião com CNJ e STF, Fenajufe solicita retorno dos debates do Fórum de Carreira

A Fenajufe participou de reuniões no Conselho Nacional de Justiça (CNJ), no dia 20, e no Superior Tribunal Federal (STF), dia 21, a convite do Sisejufe/RJ, para tratar da retomada das discussões do Fórum Permanente de Gestão da Carreira do Judiciário Federal. A federação fez a entrega de toda a documentação com os debates produzidos no Fórum, implementado em caráter permanente, e solicitou a inclusão, na portaria de recomposição do Fórum de Discussão Permanente de Gestão da Carreira dos Servidores do Poder Judiciário da União, da participação do Conselho de Justiça Federal (CJF) e do Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT).

No CNJ, as e os dirigentes reuniram-se com a juíza auxiliar da Presidência e ex-presidente do TRT4, desembargadora Carmen González. Na pauta, além da retomada do Fórum de Carreira, foram tratados outros pontos, como mudança de requisito de ingresso para o cargo de técnico judiciário (NS), reenquadramento dos auxiliares, regulamentação da polícia judicial, VPNI para oficiais de justiça, reestruturação da carreira e Tecnologia da Informação (TI).

Crédito das fotos: Sisejufe/RJ
Crédito das fotos: Sisejufe/RJ

As entidades argumentaram que são demandas debatidas na categoria há mais de 15 anos, que tratam sobre a necessidade de atualização da lei 11.416, de 2006, da lei 13317, de 2016, e seus dispositivos para compatibilizar o diploma legal com a evolução das atividades desenvolvidas no Judiciário Federal, também resultantes da atualização dos processos de trabalho, bem como da importância do plano de carreira como ferramenta de gestão que permita obter a máxima potencialização entre as necessidades institucionais e conhecimentos, habilidades e competências da sua força de trabalho.

A desembargadora foi receptiva às argumentações e se comprometeu em analisar os documentos e apresentar as pautas à ministra presidente do Conselho, ministra Rosa Weber.

No STF, as e os dirigentes foram recebidos pelo diretor -geral recém-empossado, Miguel Ricardo Piazzi, e pelo secretário de gestão de pessoas, Cícero Rodrigues Oliveira Gomes. Além dos pontos abordados no Conselho, os participantes discutiram o projeto de recomposição salarial da categoria.

Na avaliação Fenajufe, a reunião com o diretor-geral foi um espaço “extremamente importante”. Segundo texto publicado no site da federação, “o DG falou em nome da ministra Rosa Weber e foi muito atencioso com a pauta apresentada, principalmente com os temas que foram mais aprofundados como NS, regulamentação da Polícia judicial e o Fórum permanente de carreira”. A Fenajufe destaca, ainda, que “um dos saldos positivos desse encontro foi a retomada do diálogo e o apoio para busca de soluções conjuntas para as pautas apresentadas, mantendo o Fórum Permanente de Carreiras no centro das ações” e assim poder prestar o melhor serviço à população”.

Fonte: Fenajufe