SINDICATO DOS TRABALHADORES DO JUDICIÁRIO FEDERAL E MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO - FUNDADO EM 28 DE NOVEMBRO DE 1998 - FILIADO À FENAJUFE

MOBILIZAÇÃO

Em Brasília, Sintrajufe/RS participa de atividades na luta contra a reforma administrativa

Ler conteúdo

A semana é de intensa movimentação em Brasília. Em meio à votação da PEC dos Precatórios (PEC 23/2021), o governo já vê logo à frente a possibilidade de colocar em votação a reforma administrativa (PEC 32/2020). A luta contra a reforma, que já dura mais de um ano, ganha, assim, importância neste momento. Por isso, mais uma vez o Sintrajufe/RS está na capital federal, onde participa das atividades de mobilização para derrotar a PEC 32. Representam o sindicato em Brasília nesta semana o diretor Marcelo Carlini e os colegas Claudio Azevedo e Valdir Laini.

Na manhã desta terça, 9, com a presença do Sintrajufe/RS, centrais, sindicatos e movimentos de todo o país estiveram no aeroporto de Brasília, recebendo os deputados e deputadas que desembarcavam para as sessões da semana no Congresso. Com faixas, cartazes e cânticos, os manifestantes também levaram bonecos do ministro da Economia, Paulo Guedes, e do presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL) – juntamente com Jair Bolsonaro (sem partido), são eles os personagens que têm estado à frente das negociações para aprovar a reforma que destrói os serviços públicos.

Enquanto busca aprovar a PEC dos Precatórios, o governo agiu, no início da semana, para liberar as emendas parlamentares de relator, instrumento do orçamento secreto que estava sob questionamento no Supremo Tribunal Federal (STF). Porém, mesmo com Lira reunindo-se com o presidente do Supremo, ministro Luiz Fux, não obteve sucesso: o STF formou maioria pela proibição das emendas, principal instrumento que o governo vinha utilizando para comprar os votos dos deputados e deputadas.

Envie mensagens a deputados e deputadas do RS e pressione contra a PEC 32!

Se você não enviou, envie. Se já fez, envie novamente. A luta contra a PEC 32/2020 precisa ser intensificada, pois a proposta pode ser votada no plenário da Câmara em outubro. Para aprovação, o governo precisa de 308 votos (três quintos) e vai fazer de tudo para conseguir.

O futuro dos serviços públicos e os direitos da população e dos servidores e servidoras está ameaçado pela reforma administrativa (PEC 32/2020) de Guedes e Bolsonaro. Por isso, vamos aumentar a mobilização. A pressão sobre deputados e deputadas tem que ser total. Mande mensagens por WhatsApp e e-mail, comente nas redes sociais deles. Com nossa mobilização, podemos derrotar essa proposta.

Já enviaram ao Sintrajufe/RS mensagens no mesmo sentido as deputadas Fernanda Melchionna (Psol) e Maria do Rosário (PT) e os deputados Bohn Gass (PT), Henrique Fontana (PT), Heitor Schuch (PSB), Marcon (PT), Paulo Pimenta (PT) e Pompeo de Mattos (PDT). O PSB também já manifestou posição contra a proposta, assim como o deputado Afonso Motta (PDT).

Veja abaixo os contatos dos deputados do PSB, PSD e PSDB:

Já manifestou voto contrário à PEC 32.

HEITOR SCHUCH (PSB)
E-mail: dep.heitorschuch@camara.leg.br
Facebook: https://www.facebook.com/heitorschuchoficial
Instagram: https://www.instagram.com/heitorschuch/
Twitter: https://twitter.com/HeitorSchuch
Whatsapp: 61 999619033

Já votou contra os serviços públicos e a favor da PEC 32 na CCJ da Câmara.

LUCAS REDECKER (PSDB)
E-mail: dep.lucasredecker@camara.leg.br
Facebook: https://www.facebook.com/LucasRedecker/
Instagram: https://www.instagram.com/lucasredecker/
Twitter: https://twitter.com/LucasRedecker
Whatsapp: 51 999864511