SINDICATO DOS TRABALHADORES DO JUDICIÁRIO FEDERAL E MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO - FUNDADO EM 28 DE NOVEMBRO DE 1998 - FILIADO À FENAJUFE E CUT

SEMINÁRIO

Evento online “Mulheres e o ensino de arte no Brasil” acontece de 14 a 17 de março; inscrições gratuitas

Nos dias 14, 15, 16 e 17 de março, das 9h às 11h15min, acontece o Seminário Mulheres e o Ensino de Arte no Brasil, de modo online que tem entre as organizadoras a jornalista do Sintrajufe/RS e historiadora da arte, Rosane Vargas. As inscrições, gratuitas, podem ser efetuadas até dia 14 por formulário eletrônico.

O seminário terá transmissão pelo canal no YouTube do Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais (PPGAV/Ufrgs). Todos os encontros terão tradução simultânea em Libras, e a inscrição pode ser feita para todo o evento ou para dias específicos; será fornecido certificado de participação.
 
Além de Rosane Vargas, que é doutoranda em Artes Visuais (Ufrgs), a atividade é organizada e produzida por Daniela Kern, professora do Instituto de Artes da Ufrgs e coordenadora da pesquisa “Historiografia feminista da arte: tendências e impasses”, Fernanda Soares da Rosa, historiadora, curadora, produtora cultural e doutoranda em Artes Visuais (UFRGS), e Mariá Teixeira, museóloga, produtora cultural e mestranda em Artes Visuais (UFRGS).

Ao longo de quatro manhãs, pesquisadoras e pesquisadores de diversas regiões do país apresentarão comunicações destacando aspectos da formação, da docência e da produção de mulheres nas artes visuais, as estratégias, as estruturas e as oportunidades acessadas/negadas em diferentes períodos às mulheres no campo da arte. O evento contará com a presença de três pesquisadoras e um pesquisador convidados e oito pesquisadoras e pesquisadores selecionados a partir de edital lançado em 2022 como parte do projeto, que tem financiamento do Pró-Cultura RS.
 
Pesquisadoras e pesquisador convidados
 
No dia 14, o convidado é Alexandre Araujo Bispo, antropólogo, crítico e curador; coautor, entre outros, de “Artes, saberes, antropologia” (2021); “Arte contemporânea 2000-2020” (2021); “Paulo Nazareth: Melee” (2021); e “Mulheres fotógrafas, mulheres fotografadas: fotografia e gênero na América Latina” (2021).
 
No dia 15, a convidada Cristiana Tejo, doutora em Sociologia pela UFPE, curadora independente e cogestora do Espaço NowHere, pesquisadora integrada no Instituto de História da Arte da Universidade Nova de Lisboa; ela foi pesquisadora do projeto Artistas e Educação Radical na América Latina: Anos 1960/1970, coordenado por Giulia Lamoni, e organizou, as publicações “Paulo Bruscky: Arte e Multimeios” e “Curadoria em cinco dimensões”.
 
A convidada, no dia 16, é Madalena Zaccara, professora titular da UFPE e professora visitante na Sorbonne, Paris; ela é autora, entre outros, do livro “De sinhá prendada a artista visual: os caminhos da mulher artista em Pernambuco”.
 
No último dia de evento, a convidada é Arissana Pataxó, professora e artista visual, mestre em estudos étnicos e africanos e doutoranda em artes visuais (UFBA); ela pertence à etnia Pataxó e, como artista visual, traz discussões que fazem parte de suas vivências junto ao seu povo e a outros povos indígenas.

PROGRAMAÇÃO:
14 de março
9h – 9h10 Apresentação do evento
9h10 – 09h40 [Comunicador convidado] Alexandre Araujo Bispo: “Educação sentimental: Alice Rezende, uma artista negra na década de 1950, entre o consumo e a produção”
09h40 – 10h Natália Rezende Oliveira: “Entrelaces críticos no ensino e aprendizagem de Artes da Fibra na UFMG”
10h – 10h10 Intervalo
10h10 – 10h30 João Paulo Ovidio: “A artista-professora Renina Katz”
10h30 – 11h15 Debate
15 de março
9h – 9h30 [Comunicadora convidada] Cristiana Tejo: “Celeida Tostes e Lygia Clark: pedagogias radicais”
9h30 – 09h50 Raquel Santos: “E eu, não sou uma educadora?”
09h50 – 10h Intervalo
10h – 10h20 Lívia de Azevedo Silveira Rangel: “Arte do visível, artistas invisibilizadas: fotografia e apagamento da história das mulheres fotógrafas no Brasil”
10h20 – 11h15 Debate
16 de março
9h – 9h30 [Comunicadora convidada] Madalena Zaccara: “Fedora do Rego Monteiro: da École de Paris à Escola de Belas Artes de Pernambuco”
9h30 – 09h50 Nádia da Cruz Senna e Ursula Rosa da Silva: “Ensino de arte em Pelotas: um legado feminino e feminista”
09h50 – 10h Intervalo
10h – 10h20 Aline Alessandra Zimmer da Paz Pereira e Ana Cláudia de Moura Cabral: “Mulheres nas artes, lacunas do ensino e urgências de pesquisa: publicações de discentes do Instituto de Artes da UFRGS no Repositório Digital Lume”
10h20 – 11h15 Debate
17 de março
9h – 9h30 [Comunicadora convidada] Arissana Pataxó: “Arte na sala de aula: uma experiência em educação escolar indígena”
9h30 – 09h50 Marcia Braga: “Aprender com o que vem de dentro: a exposição Balcão da Cidadania: encarceramento feminino e múltiplos olhares no tempo, um convite a refletir sobre a questão prisional na atualidade”
09h50 – 10h Intervalo 
10h – 10h20 Orlane Pereira Freires e Priscila de O. Pinto Maisel: “Apagamento e memória: a cerâmica de Helósia Pinheiro”
10h20 – 11h15 Debate